Publicado em 05.12.2016

O esqualeno e a oxigenação celular

Os nutrientes (vitaminas, minerais, aminoácidos, etc) trazem em si a capacidade de prevenir doenças, contribuir para a saúde do nosso organismo e nos dar mais qualidade de vida. Ou seja, a natureza, por meio daquilo que produz, contém todos os elementos necessários para o ser humano conquistar o bem-estar geral.

Um dos exemplos, dentre os inúmeros existentes, é o esqualeno. Retirado do óleo de fígado do tubarão squallus é uma excelente fonte de oxigênio para as células, melhorando o funcionamento de vários órgãos do nosso corpo.

Essa espécie foi descoberta em 1906, mas passou a ser observada mais detalhadamente  a partir de 1930. Nesses estudos, o que mais intrigava os cientistas era o fato de conseguirem viver em grandes profundidades oceânicas de até mil metros, onde o oxigênio é muito rarefeito, a luz solar é ausente e as pressões são muito altas. A investigação desse fenômeno trouxe benefícios substanciais para a nossa saúde.

As condições adversas fizeram com que, ao longo do processo evolutivo, esses tubarões desenvolvessem um fígado que  corresponde a 25% do peso total deles, sendo que 90% disso é composto por um óleo chamado esqualeno. Quando em contato com a água intracelular ocorre uma reação química e esse óleo produz o oxigênio necessário para o metabolismo, permitindo que a espécie sobreviva tranquilamente.  

Como esse processo contribui para a nossa saúde?

O que mantém as células saudáveis e vivas é o oxigênio. Devido aos maus hábitos de alimentação, vida agitada, estresse, poluição, uso de álcool e cigarro, remédios, consumo de produtos industrializados, sedentarismo, etc, ocorre uma redução dele em nosso organismo, em nossas células. Isso prejudica o funcionamento de órgãos e tecidos.

Tanto isso é verdadeiro que cientistas renomados como o alemão G. Warld, ganhador do Prêmio Nobel de Medicina, e o japonês Hideo Noguchi são categóricos em afirmar que o principal motivo das doenças crônicas é essa falta de oxigênio nas células dos tecidos e órgãos.

Explica-se. Quando o oxigênio, pelos fatores expostos acima, sofre diminuição o funcionamento deles é inadequado e abre possibilidades para o aparecimento de doenças. Cansaço físico, dificuldade de memorização e raciocínio, tonturas, envelhecimento precoce, dores articulares e ósseas, etc, são alguns dos sintomas dessa falta.

Assim como no organismo do tubarão squallus, quando ingerimos o esqualeno ele reage com a água intracelular, fornecendo oxigênio para cada célula e repondo as perdas ocorridas pelos fatores já mencionados, melhorando o nosso metabolismo e a nossa saúde.

Benefícios

O sangue é o responsável pelo transporte do oxigênio para todo o corpo. Por isso, segundo pesquisas, quando a oxigenação sanguínea está em níveis adequados, nossos órgãos tem  melhor desempenho funcional e metabólico. Assim, pulmões, coração, cérebro e outros sistemas do nosso organismo se fortalecem, prevenindo-nos contra doenças. Justamente, por fornecer mais quantidade de oxigênio para o nosso organismo (e consequentemente para o sangue),  o esqualeno nos torna mais saudáveis.

Em decorrência de tudo isso, ele ajuda a diminuir o cansaço físico e mental; melhora a circulação; colabora para diminuir os efeitos do envelhecimento; auxilia na melhoria de dores reumáticas, artrose, artrite; contribui para diminuir problemas como falta de ar, tonturas, palpitações, dores lombares, transpiração excessiva, asma, sinusite, obstrução vascular; colabora no controle do colesterol total, na melhoria da pele e cabelos e no funcionamento dos órgãos vitais; atua na prevenção de doenças degenerativas; colabora na otimização do desempenho cerebral (memória, raciocínio,etc), fortalece o sistema imunológico, etc.